Como se tornar uma organização amplificada por meio da Deep Tech

Nossa cultura e modelo de negócios é case de sucesso no livro ''Deep Tech e a Organização Amplificada'', best seller na Amazon.

Nestes quase nove anos de existência, temos crescido e aprendido, mas sobretudo, experimentado muito. A Pravy nasceu como produtora e hoje podemos dizer com orgulho que oferecemos serviços de ponta a ponta, desde estratégia até materialização de projetos focados em transformação digital.

Ao longo dessa jornada, muitas pessoas especiais nos ajudaram a desenhar uma empresa que traz os Valores Humanos Universais – Amor, Paz, Retidão, Verdade e Não-Violência – para o nosso dia a dia, seja nas trocas entre colaboradores ou com nossos clientes e mercado. A partir dessa base, buscamos construir relações de longo prazo, acompanhando nossos clientes em cada passo do desenvolvimento de seus negócios.

Esta visão de mundo nos aproximou ainda mais dos Novos 4Ps, um framework desenvolvido pela Holonomics que coloca Propósito, Pessoas, Plataformas e Planeta como princípios orientadores para qualquer organização.

“O elemento mais importante de um modelo econômico é o que está por trás dele, e nós acreditamos que a base fundamental de qualquer economia são os novos 4Ps”, dizem os autores do livro “Deep Tech and the Amplified Organisation”, Simon Robinson, Igor Couto e Maria Moraes Robinson. 

A publicação, que esteve entre as mais vendidas na Amazon e traz a Pravy como um exemplo prático de empresa estruturada a partir dos Novos 4Ps, enfatiza a importância de entendermos que a tecnologia está a serviço da humanidade e do planeta.

O termo “Deep Tech” foi criado em 2014 por Swati Chaturvedi, CEO da empresa de investimento Propel, com o objetivo de descrever um novo tipo de startup que se baseia em descobertas científicas tangíveis ou inovações de engenharia visando resolver grandes problemas que realmente afetam o mundo ao seu redor.

O livro Deep Tech and the Amplified Organisation fornece uma nova concepção que amplia o conceito original ao demonstrar que para ter um impacto real, a deep tech precisa ser entendida a partir de uma perspectiva sistêmica baseada na abordagem Holonomics que inclui uma forma expandida de consciência, valores humanos universais e lived experience.

Organizações amplificadas têm a capacidade de inovar e criar valor econômico com uma visão de longo prazo na qual a vida e os negócios florescem em sintonia, sendo capazes de alinhar e integrar plataformas, sistemas digitais e análise de dados com a estratégia da organização, a proposta de valor e modelos operacionais digitais. Assim, a partir de um propósito claro, que guia toda sua estratégia, o resultado são negócios regenerativos.

A Pravy está presente no livro como um exemplo de organização que está implementando essa visão sistêmica da Deep Tech. Como afirma Simon Robinson, “a Pravy é uma design house centrada no propósito e, ao incorporar a abordagem Holonomics às práticas de design é capaz de criar propostas de valor deep tech altamente diferenciadas para sua base de clientes.”

Ainda, Maria Moraes Robinson complementa, “os valores humanos universais representam a mais alta expressão da humanidade, por esta razão, fico muito feliz em ver que a Pravy os tenha considerado como base não apenas em relação ao design centrado no propósito, mas também em relação à sua estratégia, comunicação e relacionamento com seus colaboradores e clientes”.


Veja também